quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Marco Mengoni: Solo (Vuelta al ruedo)

Marco Mengoni, até algum tempo atrás, ainda não fazia parte do seleto grupo dos cantores que considero extremamente talentosos. Com a sua apresentação no Festival di Sanremo do ano passado, ele subiu consideravelmente no meu conceito. Mas ainda assim, confesso que fiquei absolutamente surpresa com o seu novo single, Solo (Vuelta al ruedo), lançado no início desses mês. Depois da divulgação de novos trabalhos de alguns dos cantores ditos consagrados ter me desanimado um pouco, Marco Mengoni me alegrou e muito com a sua nova canção. Aliás, nem preciso dizer o quanto recomendo a audição dessa música. Solo (Vuelta al ruedo) é original, intensa e profunda. Na sua letra, nada de frases batidas como "fare l'amore sotto la luna" ou "treno verso il mare", mas sim utiliza a metáfora de um touro em uma tourada, que está sozinho em uma situação adversa.
O clipe também é digno de elogios, uma prova de que a dança pode contar uma estória e muito bem.
Enfim, estou apenas aguardando ouvir o álbum completo, para por definitivamente Marco Mengoni na minha lista dos cantores extremamente talentosos. Falta pouco!

3 comentários:

@luiisfalb disse...

Sinceramente, eu gostei demais da música e do videoclipe, a metafora foi mega intensa! Aguardo ansioso pelo album! Parabens pelo blog, pois eu estava a procura de algum cantor italiano q eu gostasse do som dele e você me apresenta o Marco Mengoni. Muitissimo Obrigado!

Alexandre Novaes de Godoy. disse...

Acompanhei a carreira do M.M no X-factor 3 até o final da edição. Sempre foi o meu preferido, apesar do Giuliano as vezes me agradar mais aos ouvidos. MM tem uma grande extensão vocal e as vezes peca pelo excesso. Mas sua voz é incrível e inconfundível.

Bruna / Chiisana Hana disse...

Na primeira vez que vi o Marco fiquei impressionada pelo excesso de caras e bocas, mas também pelo talento vocal e incrível presença de palco, que são tão grandes a ponto de superarem o excesso. Gosto dele também como compositor. Ainda bem que ele apareceu para renovar a mesmice em que anda se metendo a música italiana...